clique e assine o feed - RSS

Blog da Lu

Dicas para seu pet viajar em paz

19 dezembro - Publicado pela Lu em 19/12/2012 às 14:38 em Blog.

Em uma vida corrida e cheia de compromissos, ter um animal de estimação nos ajuda a valorizar o sentido de uma grande amizade. Aquela sem compromisso e de muito carinho para dar sem cobrar. Em função disso, queremos tê-los conosco em nossas viagens de férias. Mas qual será a preparação correta para viajar com o nosso animal de estimação? Separei algumas dicas!

A primeira delas é avaliar se o seu animal de estimação vai viajar com você. Para tomar a melhor decisão, você deve estudar não só o destino, mas também a distância a ser percorrida e o meio de transporte a ser utilizado. Não se esqueça também de fazer um rápido “check-up” em um veterinário de sua confiança para saber a quantas anda a saúde do bichinho.

petonibusSe ele vai com você de carro
A primeira coisa a se providenciar é a Guia de Transporte Animal (GTA), que só pode ser emitida por um veterinário. Esse documento é a segurança que o seu animal está livre de doenças e apto a viajar.

Evite alimentar o bichinho cerca de três horas antes de pegar a estrada. Assim você evita enjoos e outras “coisinhas mais” dentro do carro. Se o animal tem ainda histórico de náuseas (é comum!), a última alimentação deve ser feita em até seis horas antes.

Embora existam cintos de segurança para cães, o ideal é transportá-lo em uma caixa própria. Lembrando que “própria” quer dizer aquela que permite que o animal gire 360º ao redor do próprio corpo e tenha ventilação adequada. A vantagem da caixa é que, uma vez no destino, ela funciona como casinha também.

Como estamos a poucos dias do início do verão, vale ficar atento ao calor da estrada. Se possível, evite viajar nas horas mais quentes, iniciando o trajeto bem cedo. Forneça água sempre em pequenas quantidades durante as paradas, assim você evita enjoos. E por falar nas paradas, o ideal é “esticar as pernas e patas” a cada duas horas nas viagens mais longas.

Importante: nunca deixe o animal sozinho dentro do carro! A temperatura pode elevar-se muito rapidamente, mesmo na sombra.

O que não pode na estrada?

– Bicho no banco da frente;
– Bicho no banco de trás sem estar com cinto ou em caixa de transporte;
– Bicho com a cabeça para fora;
– Bicho solto em caçamba de caminhonetes e pickups.

petaviaoSe o seu melhor amigo for viajar com você de avião
Aqui vale a dica da documentação, só que ainda mais específica. Para cães e gatos, em viagens nacionais ou internacionais, você precisará ter em mãos o atestado de saúde fornecido pelo veterinário (no máximo três dias antes da viagem) e o certificado de vacinação antirrábica (a vacina deve ter sido feita 30 dias ou mais antes da viagem).

Se for viajar para fora do país, precisa ainda emitir, junto ao Ministério da Agricultura, o atestado Certificado Zoo Sanitário Internacional. É muito importante que você estude as exigências do país de destino, pois elas variam muito de local para local. Até visto consular, exame sorológico para confirmar vacina antirrábica e quarentena no aeroporto estão na lista. Portanto, fique atento.

Algumas companhias aéreas já permitem que cães e gatos de menor porte entrem com seus donos na área de passageiros. Outras exigem que o transporte seja feito na área de carga, em caixa de transporte própria e de tamanho compatível com o animal. A documentação deve estar na caixa, afixada. Em viagens mais longas, recomenda-se deixar comida e água, além de tapetes higiênicos.

A mesma dica que dei sobre sol e calor na estrada, pode ser aplicada aqui ao “caos” nos aeroportos em determinadas épocas. Procure evitar algomerações e esperas prolongadas que vão apenas estressar o animal. E o dono!

petcaixaSe ele vai ficar esperando você voltar
Se você avaliou que o melhor mesmo para o seu grande amigo é ficar em casa, na companhia de um parente ou até mesmo em hotéis específicos para eles, ainda assim vale ficar atento a algumas dicas.

Se a viagem for curta, estilo final de semana, existem alimentadores automáticos que vão liberando comida e água à medida que são consumidos. Esse tipo de equipamento é encontrado em pet shops com certa facilidade e têm uma função ainda mais importante do que fornecer suprimentos na medida certa: mantém ratos e baratas longe da comida do seu animal!

Ainda no quesito viagem curta, deixe paninho e brinquedinhos preferidos do seu animal perto dele. Outra dica é dar um presente que ele curta bastante próximo à época da viagem, para entretê-lo. Existe um serviço muito bacana que, todo mês, entrega presentes e brinquedos específicos para o seu tipo de cão chamado DogBox. Vale a pena dar uma olhada.

No entanto, caso a viagem seja mais longa, o mais indicado é hospedar o seu animal de estimação em hotéis próprios. Procure por aquele que ofereça algum tipo de recreação e atividade e não só um cantinho para dormir. Do contrário, seu melhor amigo pode ficar meio triste.

Bom, é isso. Quem tiver mais alguma dica, é só complementar nos comentários, combinado?

  • Se me permitem uma opinião, é importante lembrar que ao transportar os animais em veículos podem ocorrer o que chamamos de “acidentes líquidos” e “acidentes sólidos”.

    Nesse caso, não precisa de desesperar. Existem 2 soluções:
    1) Se o estrago for bem pequeno pode utilizar uma solução de bicarbonato ou espuma de sabão em pó e escovar com cuidado com uma escova de cerdas macias.

    2) Se a sujeira for grande pode-se recorrer a serviços de lavagem por extração (lavagem a seco) que utilizam detergentes especiais e não deixam cheiro e nem umidade.

    • Lu

      Ótimas dicas, Nane!
      Obrigada! 😉

buscar
sobre o blog

Todos os dias vou falar sobre as mais recentes tendências da internet,além de trazer muitas novidades sobre os produtos que estão fazendo sucesso pelo mundo.

Leia Mais »

Conheça nosso canal
Conheça nosso canal
  •  
  • Visite o nosso site
  •  
  • Só o Magazine Luiza oferece o melhor conteúdo sobre produtos.

® 2009 Magazine Luiza - Todos os direitos reservados